terça-feira, 19 de maio de 2009

Em nome das aparências

A propósito dos Globos de Ouro (e não, não vou estar aqui a dizer que foi uma imitação reles dos Oscares, que houve discursos de chacha, que só se lembram de certas pessoas quando elas estão mal...bla bla bla, porque eu não vi a dita cerimónia) e dos comentários que tenho lido acerca dos trajes e das roupitas que os senhores convidados levavam...venho aqui dizer duas ou três coisitas que são a minha modesta opinião e cada um tem direito à sua.

Faz-me um bocadinho de confusão certas coisas...é óbvio que aquilo é suposto ser uma gala (e como tal espera-se que os convidados se vistam bem...ou bem de acordo com o seu gosto pessoal que até pode ser duvidoso!), mas há certas pessoas que não abdicam do seu estilo, daquilo que os caracteriza e eu acho muito bem. Isto a propósito de ter lido algures que os Buraka Som Sistema iam de t-shirt e que parecia mal estarem assim na cerimónia. Ora, mas vocês conseguem imaginar aqueles rapazes de fatinho e continuarem a passar a imagem que os define? Eu não consigo!

Havia por lá jogadores de futebol...eles não foram vestidos com o equipamento do clube que representam, mas usaram o fato que escolheram...o look que os identifica (o Abel Xavier...brrr! parecia um episódio do Dragon Ball)...mas enfim, é a sua imagem.

E se há uma coisa que eu concordo é que a pessoa se sinta bem na sua pele, esteja de t-shirt, de vestido longo, com um decote daqui até à lua...whatever! Não vejo qual é a piada de ir a uma festa, com uns sapatos lindos de morrer mas que vão matando os meus pés aos bocadinhos e chegar ao fim do dia com os pés feitos "num oito", com um vestido que me pica, que não tem nada a ver comigo só em nome das aparências. E porque essas pessoas que se vestem assim...passam a noite toda com um sorriso daqueles amarelos, a tentar parecer o que não são.

Não quero com isto dizer que ia toda maltrapilha a uma festa! =) mas decerto escolhia algo ao meu gosto, em vez de um qualquer vestido, só por ser de estilista mas que me cai mal como tudo!

E vocês, o que acham?

6 comentários:

Olhos Dourados disse...

Eu concordo contigo. Acho que mais vale levar uma coisa que nos fique bem e que seja o nosso estilo!

Hermione disse...

concordo igualmente. acho que podemos sempre ficar bem arranjadinhas sem sair do nosso estilo e sem perder a nossa personalidade.

*

Piston disse...

Concordo.

Swadharma disse...

Eu lembro-me disso quando vejo, naqueles dias fora das festividades, um ou outro marmanjo trajado nas escolas do ensino superior aqui em Viseu.
Ok... sao estudantes! E estão no ensino superior! Your mother must be proud!Mas... epá... não precisam de gritar "EU SOU ESTUDANTE"!
Por exemplo... eu não ando de Karaté-Gi (vulgo Kimono) na rua quando não há nenhum estágio, só para mostrar que ando no Karaté!
Nunca passei pelo meu médico no Continente de bata e estetoscopio!
Só faltava um dia um astronauta lembrar-se de sair 'trajado' para a rua!

(Estou-me a referir a alturas fora das praxes, queimas e demais e... em Viseu, nas outras cidades desconheço se isto se verifica. Aqui é normal volta e meia ver alguém trajado... inclusive no dia que fui fazer o exame de Desporto, em toda a escola vi 2 trajados... sou esquisito, eu sei =D )

Dexter disse...

Olha, nem de propósito, hj estava a pensar mm nisso. Acho que cada pessoa deve vestir-se de modo a que se sinta totalmente à vontade! Imagina um dos Buraka de fatinho, estava-se mm a ver que ia estar p ali sem jeito! O que n significa que por n gostar de usar fato seja "indigno" ou qq coisa desse género. Nada a ver.

o dono do blog disse...

Acho mal empregue o dinheiro que se gasta em roupa para ir a uma merda daquelas ahahah.
Deculpa, mas foi a primeira que me ocorreu :PPP

Beijos