domingo, 7 de junho de 2009

Cartas de amor e erros ortográficos não combinam

Imagem - Jennifer Love Hewitt

Já aqui disse que gosto imenso de ler. Adoro desde bem pequenina e sempre li muito. Também gosto de escrever, embora não tenha qualquer pretensão de ser escritora ou coisa do género. Escrevo porque me sinto bem ao transpor as minhas ideias para o papel. É uma forma de organizar as ideias.

Quando andava no liceu, tive a mesma professora de Português do 7º ao 12ºano. Foram 6 anos de aprendizagem onde fiquei a escrever cada vez melhor, sem dar erros ortográficos (ou quase nenhuns). Foram tempos em que os adolescentes não tinham telemóvel, não se escrevia quase nada abreviado (de certeza que ninguém o fazia nos testes) ou palavras cheias de K's e X's. Onde a dita professora, quando eu estava no 12ºano, se recusou a passar alguém que não escrevesse um Português correcto.

Confesso que nas minhas mensagens de telemóvel abrevio muitas palavras, uso os tais k's e x's, adoro usar smileys =) e todas essas coisas fofas...mas são mensagens de telemóvel, aka SMS! Nunca me habituei à escrita "inteligente" dos telemóveis e para poupar tempo e espaço de mensagem abrevio. Acho que não tem nada de mal...porque de resto escrevo sempre como me ensinaram (e já agora...abaixo o acordo ortográfico!).

O que é péssimo mesmo, é receber cartas de amor assolapado de supostos pretendentes cheias de erros...um misto de mensagem de telemóvel kitada com um imbróglio mental de alguém que tanto me trata por tu, como por você na mesma frase...é indescritível...tão mau que a mim só me dava vontade de rir.

Dois erros ortográficos na mesma palavra? Sim, é possível. Singular e plural mal usados? Também havia. Pontuação? Não existe. Escrever P.S. e não colocar nada à frente? Right.

E o que fazer com as cartas? Guardar como exemplo de "What not to do!" quando se escreve uma carta.

Cartas de amor e erros ortográficos não combinam...e calharam-me logo a mim!

19 comentários:

Menino do mar disse...

Flôr:
Pois eu sou mais radical, carta de amor, para ser carta de amor, tem que estar escrita sem erros e de uma forma que me transporte para a situação. Tem que ter imagens e sentimentos não lamechas mas sentidos.
Enfim, como dizia o Pessoa, carta de amor tem que ser ridícula, senão não seria carta de amor...

Beijo flôr mai linda

MARIINHA disse...

Deve ser horrível, receber uma carta de amor com erros de ortografia. Mas o que queres? Parece que agora quase toda a gente escreve mal. Pelo menos os professores das universidades queixam-se disso. Como é possível que se chegue à faculdade e se dê tantos erros ortográficos? Durante anos andaram a brincar ao ensino do Português e agora está aí à vista.
Beijinho

Hermione disse...

concordo completamente. eu sou aquela que faz as revisoes dos trabalhos de grupo e que coloca as virgulas no sitio correcto :) faço as abreviaturas no telemovel, apesar de escrever com escrita inteligente, mas nada de exageros.

besso*

Swadharma disse...

Cartas de amor! Tudo se perdoa Sakura... é o nervoso miudinho do momento =D

P.S - Jennifer Love... linda, linda, linda! Especialmente no 'Tuxedo' antes de aumentar as prateleiras =D

Anónimo disse...

Como diria o outro "Herrar eh umano!" :oP

Tadinho do moço... Ele não tem culpa de ter andado a maior parte da sua vida escolar a jogar à bola, nomeadamente durante as aulas de português, e de ter inventado o "pitez", essa bela língua que prolifera entre os jovens de hoje em dia :o)

Qualquer dia, ainda vamos ver um novo acordo ortográfico onde passaremos a usar o "pitez" e comexarems a xkrevr axim... :oS

Mas quanto ao moço, os sentimentos que expunha na carta é que conta... Ou então não! :oP

Beijinhos,
Rob.

o dono do blog disse...

Abreviaturas nas SMS são como os antigos textos dos tlegramas.
É evidente que se há um preço por palavra (telegramas) ou uma limitação de caracteres (SMS), as abreviaturas fazem todo o sentido. Não admitir este facto, é como achar que os telemóveis ou qualquer tipo de nova tecnologia, são aberrações. Eu adoro tudo quanto é novidade tecnológica, mas não ando "colado" ao telemóvel (já do PC não digo o mesmo :D). É um bom utencílio, desde que bem utilizado. Agora não estou a imaginar alguém a escrever em linguagem telegráfica e muito menos fazer uma declaração de amor com escrita "SMS". Acho que deve ser digno de primeira página, se não num jornal, pelo menos num blog.
Vá lá, eu imagino que estás com tanta vontade de publicar a carta, como nós estamos de a ler ahahah.
Publica! Publica! Publica!

E quanto ao meu sangue doce... olha, não queiras provar. Dizem que tenho um mau feitio do camandro e pelo menos o suor até me "come" a cor das T-Shirt's :D
Devo ser tão azedo que até provoco sensibilidade dentária ahahah.

Beijinho.

_Malinha viajante disse...

Concordo completamente!! Uma coisa é utilizar nas sms, onde todos o fazemos por ser mais prático. Agora em cartas não faz nenhum sentido!!;P
bjs*

Gingerbread Girl disse...

Concordo plenamente... uma coisa são erros por falta de atenção... outra coisa é um errozito... outra coisa é escrever com tanto erro que mais parece uma nova língua! :s

Olhos Dourados disse...

Concordo, não suporto aquela escrita cheia de x's...

Cat disse...

Erros ortográficos são péssimos. Detesto. Acho que é uma coisa que tira logo credibilidade à pessoa, mesmo que o que escreve seja genial (seria...sem erros!) :/

Anónimo disse...

SMS, MSN, orkut, chat, enfim, são espaços que permitem este tipo de escrita "abreviada" e não vejo problema algum em ser usada. Porém, a situação se complica quando tudo isto é passado para redações, cartas (como você citou), ofícios, etc. Ainda mais aqui no Brasil, em que a educação não é tida como de suma importância, encontram-se erros dignos de se considerar que, de fato, "assassinaram o português". Eheh.

A língua portuguesa não é fácil. Aliás, a gramática é extremamente chata!!! Nossa... LOL... Mas, eu gosto. Gosto de brincar com as palavras, de "poetisar", de saber figuras de linguagem, de decorar e conjugar cada verbo, de escrever tudo em segunda pessoa nas poesias (embora por aqui esta forma não seja muito usada), enfim.

É importante prezar por uma boa escrita. Gosto bastante de ler os blogs do pessoal de Portugal por isso, é um português tão artístico!

Beijinhos!
Giovana.

Giovana disse...

OBS: não sei que "pau" que deu nesse blogspot, consegui postar somente como anônimo!

S* disse...

BRIO.

Deve-se ter brio em tudo o que fazemos. Cartas de amor com calinadas e abreviaturas... nao!

sakura disse...

Menino do Mar: para mim vale quase tudo numa carta de amor...menos os erros ortográficos. E tem de ser sentida, claro! Ter alguém que mal me conhece a dizer que me ama, não é de todo algo sentido.
Beijinho da *flôr*!

Mariinha: a mim faz-me impressão ver estudantes universitários a darem erros de caixão à cova. Como será depois no mundo do trabalho receber uma carta desses "doutores", descredibiliza qualquer pessoa. E sim, a carta era um horror de ler!
Beijinho

Hermione: eu também tenho perfil de revisora de texto ou professora :)
Baci!

Swadharma: o pior é que não eram uns erros pequeninos...eram gaffes de bradar aos céus! Nada fazia sentido ali...
Então e a Kate Beckinsale...ai ai ai! :D

Rob: nem os sentimentos...uma coisas tão assolapada de quem mal me conhece...not!
Beijinho*

O dono do blog: estava mesmo péssimo...e não era só pela escrita à la SMS, era por tudo o que de mal se pode escrever! Mas não posso publicar, não vá o dito ler e crucificar-me! :D
Eu digo que tenho sangue doce porque as melgas adoram-me! ;)
Beijinhos!

_Malinha: pois é, nem em carta nenhuma, nem na escrita em papel, quanto mais numa carta com pretensões a ser romântica!
Beijo

Gingerbread Girl: aquela lingua devia ser o Tuguês...meio Português meio nada de nada :D

Olhos Dourados: fika axim 1 coixa xkexita (fica assim uma coisa esquisita!) :D

Cat: concordo contigo...se bem que neste caso nem com bom português se safava...não era de génio nem nada que se pareça...
Beijinho*

Giovana: eu também gosto imenso do Português. Mas há que o assassine por completo!
Não sei o que se passou com o blog...deu-lhe para a maluquice!
Beijinhos!

S*: sempre me disseram aqui em casa "se te dás ao trabalho de fazer algo...fá-lo bem feito"! :)

Dexter disse...

Olha, eu nunca recebi cartas de amor de pretendentes...só mesmo dps de já ter consumado lol! Ao menos nisso estás melhor do que eu! Mas de facto receber uma carta assim deve ser um bcd frustrante...

P. disse...

Adoro cartas de amor até porque estão em vias de extinção e nos fazem voar mas... a queda é tão grande quando começamos s ver tantos erros!!
Beijito

Mika disse...

Acho que vão lançar um dicionário de escrita à pitos e pitas com os X's e o caraças. Não entendo nada disso...

sakura disse...

Dexter: não estou melhor, acredita. Era de alguém que mal me conhecia...e sim, foi bastante frustrante...
Beijinho*

P.: eu também gosto de cartas de amor, acho que são uma preciosidade e até escrevo algumas quando estou in love ;)
Baci*

Mika: quem vai escrever o dicionário?! Tu? :p
Beijo*

Metade da Laranja disse...

Concordo plenamente contigo. É muito triste receber-se uma coisa, que supostamente deve ser agradável e bonita cheia de erros ortográficos. Perde logo a piada. E se era para conquistar, já era...

Beijinhos :)