quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Don't tell me sweet little lies (Venus&Mars #1)


O meu namorado disse-me ontem uma frase que me fez protestar mas, ao mesmo tempo, me deixou a pensar...
Se os homens mentem e escondem coisas, a culpa é das mulheres.
Disse que a culpa é das mulheres por causa dos filmes que fazemos, das tempestades em copos de água, por coisas que não existem ou que não têm a mínima importância.
Protestei porque não acredito que, se os homens mentem, é por causa das coisas que as mulheres dizem depois, ou pela forma como reagimos.
E, agora, vou falar do meu ponto de vista, porque é a mim que me conheço, e tenho como base as minhas experiências...
Eu sou impulsiva, sei que sou. Intempestiva. Digo tudo o que me vem à cabeça e que, por vezes, me arrependo. Fervo em pouca água, porque sou muito quente por dentro ;)
Agora a sério... Sei que existem muitas mulheres assim. Não sou a única. Mas prefiro mil vezes que me contem as coisas, que me digam a verdade, sem omitir nada. Por mais que me magoe ou me custe ouvir.
Não me considero uma pessoa controladora, nem gosto que me controlem, e relatórios policiais só na PJ ou coisa que valha... Mas há coisas que devem ser contadas, que não devem ser omitidas sobre o pretexto de se não tivesse dito nada não tínhamos discutido e estava tudo bem entre nós... Não consigo concordar com isso.
Num relacionamento as coisas querem-se às claras. É a base da confiança saber que, se houver algo importante, o nosso namorado/esposo/companheiro nos conta, independentemente do filme que possamos fazer depois... E não há nada que uma boa conversa não resolva ou esclareça, não há fantasma que resista.
Sei que é não é fácil enfrentar uma mulher em certos dias do mês, porque ficamos mesmo insuportáveis...mas, no fim, vale sempre a pena. Porque damos muito valor a essa confiança que depositam em nós...eu dou.

Sei que me contas tudo o que é importante.
No matter what others do...just us.

Porque há temas em que mulheres e homens discordam e que dão bons posts...
Este é o primeiro de uma nova rubrica do cantinho :)

11 comentários:

Gingerbread Girl disse...

Isso pende para os dois lados ... ambos escondem com medo da reacção do outro.

L'Enfant Terrible disse...

E as coisas que nem sabemos explicar? E tememos procurar explicações porque temos medo da resposta que vamos encontrar, resposta que é derivada ao inconsciente que desconhecemos e que pode por tudo em causa.

Chocolate disse...

boa rubrica!

eu sou tal e qual como tu! ;)

bjs aos dois

Malinha viajante disse...

Ora parece que vou gostar muito desta rubrica ;) Também prefiro sempre que me contem as coisas, o diálogo é fundamental. Detesto mentiras...tira-me do sério mesmo!
bjs

anaferro disse...

Eu concordo contigo, Sakura. De olhos fechados, sem saber situações em concreto. Penso que numa relação ambos têm que se educar e este ponto é um deles.

Eu sou muito ciumenta, muito mesmo. E sei-o. Talvez as relações que tive não tenham ajudado em nada a melhorar isso. Mas por sabê-lo, eu tenho o bom senso de contar até 10 e tentar pensar nas coisas que faço e digo. E quando não consigo, depois de desabafar, mais serena, eu peço desculpa. Não apaga o que se disse, mas é uma forma de não cometer o mesmo erro segunda vez.

E vendo a postura da pessoa que está do outro lado, eu acho, como tu, que mais vale uma verdade que dói do que uma omissão para poupar. Porque depois, quando se descobrem as coisas, já que a mentira/omissão tem perna curta, a confiança fica muito mais abalada. Penso que nós e a outra pessoa devemos saber impor a nossa posição numa relação. E encarar as coisas que para nós não têm mal dessa forma mesma. Assim, o outro educará a sua resposta nessas alturas.

Não vejo isso como uma questão de culpa mas sim algo que tem que ser feito a dois. A bem de uma relação verdadeira.

(",) beijinhos

Olhos Dourados disse...

A verdade acima de tudo!

emme disse...

Penso que a verdade é mesmo o mais importante e para haver uma relação é necessário haver mais do que tudo diálogo. E esse aí de as mulheres fazerem tempestades num copo de água é apenas uma desculpa, é apenas parte do nosso feitio sermos cautelosas e pensarmos bastante naquilo que vamos fazer. Pelo menos eu sou assim.
Boa ideia para rúbrica já agr. (:

maçã disse...

nao acredito na mentira... isto sou eu.... penso que a mentira acaba sempre por vir ao de cima e depois so gera confusao e algo que poderia ser falado com calma.... apesar de seres uma panela de pressao pronta a rebentar que depois liberta o vapor com o pipo e fica tudo beem, tem de haver um equilibrio em ambos os lados... isso é que é uma relaçao, da trabalho, sim da, mas começando com mentiras ou omissoes de coisas importantes o que dá é um grande problema a curto ou longo prazo.... mas esta é apenas a minha opiniao

blue disse...

A verdade, acima de tudo. Sempre.
(E porque acabamos sempre por descobrir ou vir a saber - e aí, é bem pior.)

Girl in the Clouds disse...

Sim, a confiança é a base de uma relação!! Nem sempre fácil!! Sinceridade a mais também magoa, por vezes!!

Kikas disse...

concordo totalmente! a confiança e o respeito, para além do amor (CLARO), são as bases de uma relação :) às vezes omitir é tão grave como mentir..