quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Fairy Tales


"You know when you were a little kid and you believed in fairy tales? That fantasy of what your life would be - white dress, prince charming who’d carry you away to a castle on a hill. You’d lie in your bed at night and close your eyes and you had complete and utter faith. Santa clause, the tooth fairy, prince charming - they were so close you could taste them. But eventually you grow up and one day you open your eyes and the fairy tale disappears. Most people turn to the things and people they can trust. But the thing is, it’s hard to let go of that fairy tale entirely because almost everyone has that smallest bit of hope and faith that one day they would open their eyes and it would all come true."


Quando somos crianças, imaginamos o nosso futuro de mil formas possíveis.
Um dia queremos ser pilotos aviadores e no outro veterinários. Só imaginamos um futuro feliz.
Brincamos no recreio da escola, fazemos jogos de papel moldado em quantos-queres para fazer previsões de futuro. Jogos de papel em que me lembro de responder que queria casar aos 19 anos e ser mãe aos 21...porque eram idades que me pareciam tão mas tão distantes.
Tudo nos parece mais fácil de alcançar, porque para nós é fácil de imaginar, de sonhar.
Os anos passam e a responsabilidade aumenta. Quando chegamos à idade adulta alguns não conquistaram a independência tão desejada. Alguns não conheceram o príncipe ou a princesa com que sonhavam casar quando ainda eram crianças, ou conheceram e as coisas não correram bem. Outros evoluíram num caminho diferente e preferem abraçar a carreira em detrimento de constituir uma família. A verdade, é que no nosso sonho de crianças as coisas pareciam bem diferentes e incrivelmente mais fáceis.
O que é importante é nunca deixar de acreditar, nem de sonhar.


"But the thing is, it’s hard to let go of that fairy tale entirely, because almost everyone has that smallest bit of faith and hope that one day they would open their eyes and it would all come true. At the end of the day, faith is a funny thing. It turns up when you don’t really expect it. It’s like one day you realize that the fairy tale is slightly different than your dream. The castle, well it may not be a castle. And it’s not so important that it’s happily ever after -- just that it’s happy right now."

Para ti querida R.
Nunca deixes de acreditar.

(citações de Grey's Anatomy)

9 comentários:

Lia disse...

ainda bem que voltaste!

Os nossos contos de fada raramente se concretizam, a maioria das vezes pq desistimos dos nossos sonhos, e isso é muito triste!

L'Enfant Terrible disse...

Acho que quando somos adultos o díficil é mesmo continuar a sonhar e a acreditar!

Olhos Dourados disse...

Pois é! Tenho saudades desse tempo!

zephirah disse...

Como dizem os U2: "Please stay a child somewhere in your heart" :)*

zephirah disse...

Upsss...estou com log in na conta errada:X Mas sou a Adek:) Beijinho*

Cat disse...

É optimo ser criança. Mas, honestamente, já acreditei mais nisso, de que sonhar era quase suficiente. É optimo, é importante, é essencial e sim!, o sonho comanda a vida. Mas às vezes as pessoas podiam fazer mais para conseguir o que querem e serem mais felizes do que ficar sentadinhas a sonhar, à espera que as coisas mudem.

Beijinho *

Patrícia disse...

É tão bom ser criança. Acreditamos em tudo e não vemos maldade em nada. Santa inocência!

maçã disse...

... beijo meu anjo...

Lua disse...

Bonito post!!
E que jeito me dava agora ser criança novamente...;)

Bjinhos


PS:Bem vinda desaparecida...=)