sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Do passar dos dias...


Um dos maiores sonhos que quero realizar é o de morar com o meu namorado.
É um sonho que acalento há bastante tempo, quase tanto como aquele em que estamos juntos.
Não o realizámos até agora porque questões profissionais e pessoais nos "obrigam" a viver a 300km um do outro. Vamos "vivendo juntos" sempre que podemos estar juntos, mas é sempre com uma data limite. Aquela em que, por termos de trabalhar para nos sustentarmos, temos de partir para longe.
Podem dizer que 300km não é muito, e eu aprendi a ver que não é de facto muito. Podia ser pior.
A verdade é que cada dia que passa é um dia mais perto de realizar esse sonho. O sonho de partilharmos a vida lado a lado, o de acordar todos os dias nos seus braços.
Se por um lado sou uma pessoa bastante positiva, também tenho os meus momentos de quem espera desespera em vez do quem espera sempre alcança.
Há dias em que tenho de respirar fundo, em que tenho de me focar nos objectivos e dizer de mim para mim que está quase, que cada dia que passa é um dia mais perto do sonho, que quem espera por vezes desespera mas no fim alcança o que quer.
Sabem o que me dá prazer? Uma coisinha tão simples como arrancar os cantinhos recortados da minha agenda que assinalam a passagem dos dias. Menos um, menos um...
Mesmo assim, e apesar dos 300km que nos separam, dos altos e baixos que fazem parte de qualquer relação, nunca estivemos mais de 3 semanas e 3 dias separados (sim, andei a contar :)
Desta vez vai ser mais um dia...e um dia pode parecer uma eternidade.
Vamos bater o recorde de tempo separados. Mas vai chegar o momento em que será bem mais doce, e o recorde será quebrado todos os dias como o tempo mais longo que passámos juntos :)

3 comentários:

Hermione disse...

a distância é uma coisa tramada, e não é fácil viver um amor assim. sei essa sensação de contar os dias, de 'já é 3a feira', e desejo-te que os dias passem rápido e possam viver o vosso amor sem restrições :)

Kikas disse...

espero que passem rápido :) sei o que custam as saudades.. mas de certeza que o vosso amor supera tudo! e, lá está, o que não nos mata torna-nos mais fortes..

Margarida disse...

Eu também vivo um bocadinho longe do meu amor (150 kms), e às vezes custa muito estarmos longe, noutras até sabe bem não estarmos 24h horas juntos, tem alturas, depende do ponto de vista, depende do estado de alma. Mas damo-no tão bem assim, a nossa relação é tão boa, que por vezes nem penso na distância :)boa sorte!