terça-feira, 15 de setembro de 2009

Herança genética (parte II)


Quando se tem conversas mais longas com a família, descobrem-se coisas engraçadas, que nunca vieram a lume só porque não calhou, porque nunca ninguém falou nisso.
Descobri a semana passada que os meus avós paternos eram primos direitos. Sinceramente, isto faz-me um bocado de confusão.
Quem me contou foi a minha madrinha (irmã do meu pai). E enquanto falava disso ainda comentou: "era como se tu fosses casada com o teu primo T. ou com o teu primo P."... Só consegui dizer: "Hã?! Credo!!!".
Já achava os meus avós paternos muito à frente para o tempo em que viveram... A minha avó era mais velha que o meu avô. E eu achava que isso eram coisas dos tempos modernos... Mas primos?? Por isso é que às vezes eu não bato bem da cuca...deve ser de uns restinhos de consanguinidade...
Valha-me Deus! (é o que apetece dizer, sendo a família por parte do meu pai tão católica... Mas casar primos não faz mal!).
Bem diziam vocês...
Que eu ia levar imenso tempo a responder aos comentários...
Ainda não acabei.
Mas não fica esquecido :)

32 comentários:

Swadharma disse...

Perfeitamente normal...
Queres saber uma?
A minha tia foi baby sitter do meu tio! Ela tinha mais 12 anos que ele, ou algo do género. Ele já morreu há uns 15 anos e ela, com os seus 72 anos, ainda anda por cá e com saude!
Já os meus vizinhos são primos carnais =P
Até eu se fosse primo da Beckinsale casava com ela. Até irmão!
Hahahahah =D

*

Lia disse...

eu penso nos meus primos direitos, que adoro, e penso "c'a nojo" só de pensar noutro tipo de relacionamento com eles. Mas lá está, o coração tem razões que a própria consanguinidade desconhece... Foram felizes? É o que importa...

Olhos Dourados disse...

Pois eu também não me imagino casar com um dos meus primos!

ML disse...

No tempo dos nossos avós, não era assim tão incomum casarem primos direitos.
O pior de tudo isso é que a consanguinidade não costuma dar bons frutos!

Lia disse...

deixei um miminho p ti lá no meu cantinho:)

Just me disse...

Presente no meu canto!

Beijo!

Only Words disse...

Soltei uma gargalhada com o teu post. É que na minha família também é apanágio descobrir-se umas coisas "estranhas". E se te disse que o meu bisavó era padre??!?!?! Ah pois é! ahahahaha

Matchbox32 disse...

Antigamente, essas coisas eram bastante comuns.

Beijinhos!

sakura disse...

Swad:
Essa história é...realmente estranha porque, ainda por cima, ela conheceu o teu tio quando ele era pequeno...certo? =|
Tu e a Beckinsale...só visto! É mesmo uma fixação :)
Bjinho*

sakura disse...

Lia:
Foi isso mesmo que eu pensei "c'a nojo!" :)
Mas lá está...os meus avós foram muito felizes. E isso é o que realmente importa.
Bjinhos***

sakura disse...

Olhos Dourados:
É difícil de imaginar.
Bjinhos***

sakura disse...

ML:
Foi o que me pareceu pelo que tenho ouvido...que era algo mais comum no tempo da Maria Caxuxa :)
Mas ainda bem que a consaguinidade não trouxe problemas.
Bjinhos***

sakura disse...

Lia (again :):
Mais miminhos? Oba!!!
Obrigada querida :)
Vou já já ao teu cantinho.
Mais bjinhos***

sakura disse...

Just me:
E eu que adoro presentes :)
Obrigada!
Estragam-me com mimos.
Depois fico mal acostumada ;)
Bjinhos***

sakura disse...

Only Words:
O teu bisavô era padre?? :D
Digamos que a igreja não devia ser a sua verdadeira vocação ;)
Descobrimos com cada história...Jasusss!
Bjinhos***

sakura disse...

Matchbox32:
Parece que era mesmo comum.
Também conheces alguns casos?
Bjinhos***

blue disse...

Olá Sakura (sim sou eu, agora com casa nas redondezas)!

Esse caso de primos direitos é mais comum do que possas pensar - e o de tios e sobrinhas também.

Soube de um caso, em que uma mulher que estava presente na cerimónia de baptismo de um bebé, pelos vistos, se virou para os presentes e disse: "que bebé tão lindo. Ainda me vou casar com ele". E casou - quando ele já era adulto, claro.

Little Tomato disse...

Na minha família tb há 2 casos, os 2 irmãos do meu avô casaram com primas direitas. Uma granda consaguinidade sem dúvida!E muita gente a bater mal da cuca eheheheh!

beijinho

Cat disse...

Não é assim tão raro :)

Jane Campbell disse...

Não me aconteceu uma coisa assim, mas tenho uma tia com quatro anos, tambem é original.
Mas sim tens razao é um bocado estranha a ideia de casar com o nosso primo, se bem que actualidade isso acontece frequentemente, até tem vários filhos e tudo.Beijinhos da Jane.

Dexter disse...

Eu tb n conseguia!

A minha prima direita é uma miúda linda, mas eu sinceramente nem consigo olhar p ela como mulher!! Não consigo!

JS disse...

Na minha familia isso aconteceu imensas vezes,

Um abraço*

Patrícia disse...

os meus pais são primos...mas em terceiro grau...familias da mesma terra...toda a gente tem parentesco...mas não são primos directos...e mesmo assim...falta-me um parafuso:D

sakura disse...

blue:
Hey! :) Tenho de ir visitar a tua nova casa já que moras mais perto ;)
Essa história da mulher no baptizado é um bocadinho surreal :S
Bjinhos***

sakura disse...

Little Tomato:
Para mim é algo muito estranho isso de primos se casarem, talvez por ter crescido perto dos meus primos.
Bateres mal da cuca? Hummm, se for só um bocadinho não faz mal :) e do que te conheço, és um espectáculo de pessoa! :)
Bjinho grande*

sakura disse...

Cat:
Por tudo o que já aqui se disse...parece que não é raro mesmo! :)

sakura disse...

Jane Campbell:
Ter uma tia com quatro anos é bem original ;)
Acho que isso acontece mais com primos que não crescem juntos e que se encontram mais tarde nas suas vidas...acho eu!
Bjinhos***

sakura disse...

Dexter:
É mesmo muito estranho tentar olhar para os nossos primos com outros olhos.
Bjinhos***

sakura disse...

JS:
A sério?? E nunca houve problemas com as crianças por os pais terem laços de sangue?
Bjinhos***

sakura disse...

Patrícia:
Mas assim já não acho tão estranho porque normalmente são pessoas que não tiveram tanto contacto uma com a outra enquanto cresceram.
Parafuso a menos? Deixa lá, eu também tenho! ;)
Bjinhos***

Vani disse...

Na minha familia, a maioria dos meus tios-avôs são primos-irmãos! :D

sakura disse...

Vani:
Eh lá...grande misturada ;)
Bjinhos***